Amália Fonseca

Amália Fonseca é coordenadora do CLA do Sabugal desde 2008. É doutorada em Estudos Culturais, com a tese subordinada ao tema “A transfiguração da cultura popular pelas novas tecnologias. O concelho do Sabugal em tempos de mudança”. Do seu percurso académico fazem também parte a licenciatura em Francês Língua Estrangeira e o mestrado em Literatura Francesa do século XIX. Foi docente de Língua Francesa no Instituto Politécnico da Guarda. A investigação que tem desenvolvido reporta-se sobretudo a duas áreas: a literatura francesa do século XIX e à transfiguração da cultura popular pelas novas tecnologias. Entre as suas publicações científicas de maior relevância destaque para os seguintes artigos: “Políticas culturais da Câmara Municipal do Sabugal nos últimos cinco anos – estudo de caso” (co-autoria de Jean-Martin Rabot), em 2014; “Cultura popular e cultura digital no concelho do Sabugal – Um caso de infoinclusão”, em 2013; “Da narrativa mítica à construção da identidade colectiva portuguesa. O caso paradigmático das Trovas do Bandarra”, em 2011 e “Communication Gestuelle et non-dits culturels chez les Français”, em 2007.