EaD e eLearning em destaque no Estabelecimento Prisional de Pinheiro da Cruz

O Estabelecimento Prisional de Pinheiro da Cruz (Grândola) recebeu uma ação de sensibilização subordinada ao tema “EaD e eLearning em Contexto de Reclusão: Desafios e Possibilidades”, uma iniciativa organizada pelo Centro Local de Aprendizagem (CLA) de Grândola e pela Unidade Móvel de Investigação em Estudos do Local (ELO). captura-de-ecra%cc%83-2016-12-21-as-01-24-36

Esta ação, foi uma de várias que tem vindo a percorrer o País no último ano e que visa sensibilizar os reclusos para os desafios e as possibilidades da formação e educação a distância. No caso de Grândola, foi organizada no âmbito da parceria criada entre a Universidade Aberta e a Direção Geral de Reinserção e Serviços Prisionais, projeto enquadrado na primeira linha de investigação da ELO (“Cultura, Formação e Tecnologias Digitais”).

A iniciativa foi dinamizada pelo professor doutor José António Moreira, do Departamento de Educação e Ensino a Distância (DEED) da Universidade Aberta e coordenador científico da ELO.

O grande objetivo desta ação foi consolidar a divulgação junto do universo prisional português quanto à possibilidade de frequência do ensino superior, aportando efeitos potenciais de boas práticas de reinserção.