Cinema: uma linguagem formativa e educativa

capa_livro_cinema

“Desde a sua invenção, a linguagem cinematográfica, mais do que um objeto estético com especificidades próprias, tem-se constituído como uma linguagem formativa e educativa”. Esta frase, que consta da introdução da obra “Cinema e Educação – Convergências para a Formação Cultural, Social e Artística”, é o fio condutor do livro, cujo lançamento decorrerá na próxima sexta-feira, dia 25, no III Simpósio Fusões Internacionais do Cinema, em Leiria.

O livro é uma compilação de alguns dos melhores trabalhos que foram apresentados no âmbito daquela que foi a segunda edição do Simpósio, que decorreu em Coimbra, em dezembro de 2015. A organização da obra é assinada por António Moreira e Vítor Ferreira, parceiros quer na organização deste Simpósio, quer na organização do curso de Cinemalogia e no próprio Festival de Cinema. António Moreira é docente da Universidade Aberta e coordenador científico da ELO e Vítor Ferreira é o diretor do Caminhos do Cinema Português.

A relação do cinema com a educação é a temática principal do livro, e de boa parte das comunicações aí compiladas, mas também há espaço para explorar a relação do cinema com outras vertentes, como sejam a literatura ou a pintura.