Cinema e Educação: Convergências para a Formação Cultural, Social e Artística.

MOREIRA, J. António & FERREIRA, Vitor (Org.) (2016). Cinema e Educação: Convergências para a Formação Cultural, Social e Artística. Santo Tirso: Wh!te Books. (ISBN: 978-989-8765-38-3) Apoio: Centro de Estudos Interdisciplinares dos Século XX da Universidade de Coimbra (CEIS20)/ Associação de Artes Cinematográficas. Coimbra.

O cinema tem sido, cada vez mais, utilizado como recurso didático em contexto educativo, porque, efetivamente, possui uma linguagem inventiva e uma narrativa composta por temas e conteúdos quase ilimitados. Educar para a leitura fílmica, neste contexto, significa sensibilizar-se, saber sensibilizar, formar o estudante por meio de experimentação e envolvê-lo em todo o processo de ensino-aprendizagem. Tal formação será o primeiro passo para combater um certo alheamento da escola em relação ao cinema. Fornecer meios aos professores para que acedam conscientemente aos filmes é um passo fundamental para que se passe da instrumentalização do cinema à compreensão da sua especificidade e importância. Só assim será possível ensaiar a formação dos próprios estudantes, promovendo o visionamento de filmes de diversas proveniências e estilos, levando ao conhecimento e análise da imagem, provocando o debate no sentido crítico, fomentando a sensibilidade e a criatividade, alargando horizontes e investindo progressivamente num individuo com qualificações para uma cidadania democrática (…)