Universidade Aberta avalia e valida Like Saúde em Porto de Mós

foto_likebatalha

II Mostra Like Saúde (D.R. CM Batalha)

Ligar o território e o conhecimento académico e assumir-se como veículo de conhecimento para as populações que, de outra forma, ficariam inibidas de chegar à formação superior. São esses alguns dos princípios que norteiam a ação da Universidade Aberta, nomeadamente através da sua expansão geográfica com a criação da rede de Centros Locais de Aprendizagem.

Um exemplo do aporte que pode ser maximizado pela presença de CLA acaba de se materializar em Porto de Mós, com intermediação do CLA sedeado naquele município. Sendo este CLA parceiro do projeto “Like Saúde”, coube à Universidade Aberta fazer a sua avaliação e validação enquanto projeto de intervenção social.

Essa avaliação esteve a cargo da Universidade Aberta, através da coordenação da Professora Doutora Susana Henriques, que é docente da Universidade Aberta, investigadora do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia do Instituto Universitário de Lisboa e Coordenadora da Linha 2 da ELO – Unidade Móvel de investigação em Estudos do Local, também da UAb. Ao trabalho da Professora Susana Henriques uniu-se a investigação da estudante de mestrado Cláudia Gomes.

A Universidade Aberta surge como entidade avaliadora do projeto “Like Saúde” em Porto de Mós, mercê da sua parceria desde o início do projeto no nosso concelho. Essa parceria surge pela existência, no município de Porto de Mós, de um Centro Local de Aprendizagem da UAb.

Quanto ao projeto “Like Saúde”, recorde-se que é uma iniciativa promovida no âmbito da Rede Social do concelho de Porto de Mós, coordenado por Ana Filipa Soledade, da ARSCentro. E assume-se como um programa de prevenção de comportamentos aditivos e dependências que pretende promover uma estratégia de atuação junto dos jovens, pais, professores e comunidade em geral, no sentido de prevenir comportamentos de risco.

Os resultados dessa avaliação acabam de ser apresentados na II Mostra do programa “Like Saúde”, que decorreu recentemente na Batalha. No caso de Porto de Mós, os dados foram recolhidos com base em inquéritos realizados aos estudantes, com o objetivo de avaliar o impacto do próprio programa “Like Saúde”. Entre as recomendações da avaliação, Susana Henriques, na sua apresentação pública, destacou a necessidade de reforçar a formação dada aos professores com intervenção direta no projeto, matéria onde a UAb também poderá ter intervenção.