Centros Locais de Aprendizagem em destaque no Seminário Internacional de Comunidades Digitais em Rede 

codire_cartazDo Minho ao Algarve, sem esquecer as ilhas e o interior do País, a Universidade Aberta passou a última década a criar estruturas que permitem elevar a fasquia da literacia digital junto das populações, contribuindo de forma efetiva para a expansão do ensino superior em Portugal. O modelo de e-learning, exclusivo, permite máxima flexibilidade aos estudantes e apoia democratização do acesso ao ensino superior, nomeadamente na população ativa e que está afastada dos grandes centros urbanos.

Mas, dez anos volvidos de trabalho dos CLA – Centros Locais de Aprendizagem, importa perceber a extensão do papel dos CLA. Poderão eles ser polos de inovação no que concerne ao trabalho em rede na educação a distância? Esta é uma das questões que está na origem do I Seminário Internacional Comunidades Digitais em Rede – Codire – que a Universidade Aberta está a organizar para o próximo mês de outubro. São três temas sugeridos para as comunicações: “Gestão, estrutura e organização”, “Tecnologias, literacias e inovação” e “Sociedade e cultura glocal” desta iniciativa, que será totalmente online.

O CODIRE – I Seminário Internacional Comunidades Digitais em Rede, irá ter lugar entre 18 e 26 de outubro de 2018, e insere-se no âmbito das comemorações dos 30 anos da Universidade Aberta e assinala os 10 anos da Unidade de Desenvolvimento dos Centros Locais de Aprendizagem (UMCLA).

Um dos pontos principais do evento será a partilha de experiências sobre as dinâmicas dos Centros Locais de Aprendizagem e dos polos de instituições de Ensino Superior que trabalham com Educação a Distância e eLearning.

Inscrições e mais detalhes, respetivamente
no formulário  e na página de Facebook .